Arte infantil no MAUC em Outubro/2018

7 de novembro de 2018

Nosso mês de outubro foi bastante movimentado e marcado pela realização de três exposições com temáticas infantis, haja vista ser o mês comemorativo das crianças. Ocupando as duas salas de exposições temporárias recebemos “Um olhar das crianças sobre o MAUC”, “Arte sob o olhar da criança” e “Fazendo arte na escola”.

Crédito das imagens: Viktor Braga¹

No dia 01, “Fazendo arte na escola”da Escola e Creche Sementinha nos surpreendeu com lindas releituras de artistas como Aldemir Martins, Tarsila do Amaral, Van Gogh e Claude Monet. Nossa sala nunca esteve tão colorida! Havia desde paisagens a figuras humanas estilizadas com a experimentação de cores feitas por esses “artistinhas”! As famílias lotaram a sala de exposição temporária no dia de abertura para prestigiar os desenhos e pinturas de seus pequenos que não perderam tempo e aproveitaram para brincar, sentar e observar a exposição num imenso tapete estendido no centro da sala.

Crédito das imagens: Graciele Siqueira³.

 

No dia 05, foi a abertura de “Um olhar das crianças sobre o MAUC”, exposição idealizada pela servidora do Arquivo do MAUC, Auricélia França, para reavivar uma prática anterior dos salões infantis realizados nas décadas de 1960, 70 e 80. Foram expostas, além de uma retrospectiva desses salões, pinturas, isogravuras e colagens feitas na edição de setembro do Corredor Cultural.

Ainda fizeram parte da exposição “Um olhar das crianças sobre o MAUC”, obras dos pequenos artistas do Centro Educacional Infantil Parque São Miguel. O interesse do pintor Raimundo Cela² pelo ambiente praieiro foi captado por eles através da reprodução de “Fitando o mar”, tela de 1943, em que o “homem do mar”, o pescador, é retratado observando seu lugar de trabalho. Assim como o mestre Cela, que realizava vários estudos antes de iniciar uma pintura, os pequenos do CEI Paulo Sarasate realizaram vários guaches para compor uma releitura de “Fitando o mar” em tamanho aproximado à obra original.

Crédito das imagens: Alcides Freire Melo.

Na parte dedicada às releituras de outro mestre, Descartes Gadelha, percebemos que eles se aprofundaram no estudo também deste grande artista. Como já havia acontecido uma visita guiada pelo próprio Descartes para essa turminha no MAUC, a propriedade em pintar os temas interessantes ao “tio Gadelha” era evidente nas várias pinturas que trouxeram desde as cores vibrantes do Maracatu até os tons mais sóbrios da arte-denúncia pintada em “Catadores do Jangurussu”4.

 

Crédito das imagens: Kathleen Silveira, Thainá Mota e Arquivo MAUC (capa de um convite de 1971).

 

Encerrando o ciclo de exposições com a temática infantil, o Centro Educacional Infantil Paulo Sarasate trouxe ricas obras de seus estudantes inspiradas na cultura popular e nos artistas com trabalhos expostos no MAUC. Foi marcante desta exposição as possibilidades de interação montadas em algumas obras, como na instalação “Fundo do Mar”, um cubo feito de canos, com fitas e materiais recicláveis pendurados a simular o ambiente marinho. A agitação das crianças era enorme para entrar nesse espaço! Por sua convocação ao uso da imaginação, esta obra nos remeteu ao universo fabuloso retratado nas obras do artista Chico da Silva, lembramos dos seres que ele trazia em suas pinturas vindos das águas de sua inventividade de artista. Outra peça bastante carismática foi o “Minhocão abstrato”, um rolo de tecido pintado e coberto com papéis que foi mais que convidativo para uma pausa e para fotos.

 

Crédito das imagens: Kathleen Silveira e Thainá Mota.

Com esta série de exposições infantis o Museu de Arte da UFC demonstrou o quanto o ato de visitar um museu durante a infância pode contribuir para gerar arte e fantasia nesses pequenos. O público que veio prestigiar nos deu a dimensão da importância dessas ações para o circuito de exposições, pois, além dos estudantes e suas professoras, as famílias também vieram prestigiar a obra de seu filho exposta em um museu. Foi um momento no qual vimos se concretizar todo o trabalho feito tanto pelo educativo do MAUC como pelas educadoras no sentido de valorizar esse espaço tão caro para a formação de uma sociedade mais instruída sobre sua cultura, sua história, suas potencialidades.

 

Encerramos este mês com uma imensa satisfação pelo trabalho de sucesso desenvolvido pelas escolas participantes e pela equipe do MAUC que inclui, além dos servidores e funcionários, os bolsistas da UFC e da UECE!

Tivemos ainda a colaboração do Memorial da UFC, nas oficinas do Corredor Cultural, e do Sindicato dos Trabalhadores das Universidades Federais do Ceará (SINTUFCE).

Agradecemos a todos!!! Já estamos com saudades de todas as fofuras que foram expostas!

 

 

 

 

 

 

 

 

 


¹ Clique aqui para ver a galeria completa com as fotos da exposição retiradas por Viktor Braga.

² Para saber mais sobre vida e obra de Raimundo Cela nosso texto sobre a exposição em comemoração ao centenário de seu nascimento).

³ Clique aqui para ver a galeria completa dessa exposição.

4 Clique aqui para ver a galeria com as obras originais desta exposição do artista Descartes Gadelha).