Equipe do MAUC realiza visita técnica à Casa de José de Alencar

22 de fevereiro de 2019

Nesta sexta-feira (22), a equipe de servidores do Museu de Arte da UFC (Mauc) realizou visita técnica à Casa de José de Alencar (CJA), com o objetivo de conhecer a instituição e seus setores técnicos.
Situada no sítio Alagadiço Novo, a Casa é um complexo musealizado pertencente à UFC. Abriga diferentes espaços expositivos, dentre os quais a Pinacoteca Floriano Teixeira, o Museu Arthur Ramos e a Salão Iracema. Além destes espaços, está situada no sítio a casa onde nasceu o escritor e político cearense José de Alencar, bem como as ruínas do primeiro engenho a vapor do Ceará, construído em meados de 1830.
A equipe do MAUC foi recepcionada pelos técnicos da CJA, que realizaram uma visita mediada em todos os espaços da instituição, inclusive nas áreas de guarda de acervo. Na Pinacoteca, a servidora Maricelia Falcão apresentou as telas de Floriano Teixeira, refletindo com os visitantes sobre a diferentes cenas retratadas a partir das obras de José de Alencar.
No Museu Arthur Ramos, Marta Tavares apresentou à equipe do MAUC diferentes aspectos sobre a religiosidade afro-brasileira, bem como o rico universo das rendas, através das coleções Luiza Ramos e Waldelice Girão.
Já na reserva técnica, a museóloga Márcia Pereira explanou sobre as diferentes coleções preservadas na Casa, que revelam variados aspectos da vida no Ceará desde o período pré-colonial até meados do século XX.
Além dos espaços destinados à guarda e exposição do acervo, a CJA abriga a Biblioteca Braga Montenegro e a Biblioteca Comunitária O Guarani, com vasto acervo bibliográfico, incluindo obras raras.
Segundo a diretora do MAUC, Graciele Siqueira, as visitas visam “proporcionar à equipe do Museu de Arte a vivência em espaços museológicos e culturais da Universidade e da cidade de Fortaleza, dando oportunidade de contato com outras experiências, acervos e profissionais.”. Maria Júlia Ribeiro, secretária do MAUC, avalia a visita como “impactante”, por permitir aos servidores se “apropriar da cultura local, conhecendo, vivenciando, aprendendo e repassando conhecimento”.
A bibliotecária da Biblioteca do MAUC Floriano Teixeira, Juliana Almeida, destacou a importância das visitas técnicas em dar oportunidade aos profissionais de saírem de seu espaço de trabalho e entrar em contato com outras realidades: “Foi uma experiência muito boa, de sairmos do ambiente profissional e poder visitar outros espaços, como visitante, não somente como profissional, que é um olhar diferenciado”, disse.
As visitas técnicas fazem parte de um projeto da direção do Museu de Arte, que objetiva a capacitação dos profissionais da instituição a partir da vivência em diferentes espaços culturais de Fortaleza.