Zenon 100 anos – Homenagem MAUC

29 de junho de 2018

Foto: Ribamar Neto

É comemoração que chama? Ainda estamos no clima de festa do último dia 25 de junho, quando celebramos os 57 anos do MAUC e então pensamos: para que esperar até 31 de dezembro para celebrar os 100 anos de nascimento de  Zenon da Cunha Mendes Barreto ?

No MAUC, Zenon está representado com 20 obras no conjunto museólogico, além do painel externo “Jangadas”. Neste período que antecede a data, o MAUC homenageia Zenon Barreto, trazendo novamente a público a escultura “Cristo”, de cobre-bronze-ferro, feita em 1965 para a nova sede do museu.

Abaixo, o link da exposição realizada no MAUC:

Exposição de Zenon Barreto de 1969

Sobre o artista

Foto: Instituto Antonio Bandeira

Conhecido somente por Zenon Barreto, nasceu em 31 de dezembro de 1918 e faleceu em Fortaleza, em 18 de janeiro de 2002. Artista multifacetado, é considerado um dos maiores representantes das artes plásticas do Ceará: pintor, desenhista, gravador, xilogravurista, cenografista e ilustrador.

Ao chegar em Fortaleza, ingressa em 1949 na SCAP – Sociedade Cearense de Artes Plásticas. Em 1951, juntamente com Antonio Bandeira,  criou o Grupo dos Independentes. Participou e foi premiado em diversos eventos artísticos: Salão de Abril, Salão de Arte Moderna, Bienal Internacional de São Paulo, Salão de Artes Plásticas do RS, dentre outros.